Wednesday, October 29, 2008

Aposto um Big Mac!!!


Nunca tive paciência, achando até ridículos, dando uma imagem redutora de sim mesmos, para os tipos politicamente correctos. A falsa "onda" de apoio ao candidato Obama é disso um exemplo. Face às sondagens que todos os dias saem por todo o mundo, uma de duas coisas, sendo ambas faces duma mesma moeda, me vêm a cabeça. Mentira. Ou fraude, se permitirem o eufemismo. Sondagens que dão vitória antecipada, "clara e esmagadora" têm tanto de verdade como as vitórias de 98% do comunista/criminoso Fidel, ou do outro que graças a Deus, está já mais perto d'Ele, o assassino da Coreia do Norte. "Vitórias" por todo o mundo - do qual Portugal não está excluído- calculadas em conversas de rua, face ao "tribunal" das televisões e de quem passa na rua, não me convencem. E porquê? Da mesma maneira que os pedreiros gritam "promessas sexuais" de todo o tipo à loira (ou morena...) que passa, mas que assobiam para o lado e regressam aos baldes de massa no momento em que ela os desafiar a concretizar as "promessas" (eleitorais?). Tenho para mim que lá (U.S.A.), como cá, a maioria, na hora de escrever o voto atrás do biombo, na "corajosa" situação eleitor/voto secreto, pensa para si mesmo:-" Um preto a presidente?Vou ter um presidente preto?mmmmm....".
E por cá, Europa e restante mundo ocidental, acresce a isto um outro facto. Humor e simpatia. O português, enquanto europeu, gosta de se dizer "moderno", "não-racista", "tolerante" e outras larachas mais. No entanto, e reparem, a "marosca" demonstra-se facilmente. "O Barak, o preto?Eu votava nele!Gosto do gajo!". Pois é. Mas não acabaram a frase.... "Votava nele para presidente" DO PAÍS DELE!!
É aí que entro eu. Que detesto politicamente correctos. Em nada me julgo melhor. Mas prefiro ser o mal amado, o tipo que não votava no Obama, nem lá nem cá. Não por ser preto. Mas por, tal como Sócrates, o gajo de cá, serem ambos fruto de mera publicidade, campanha, propaganda,e talvez também por se vestirem de igual. Obama, Sócrates e as laranjas espanholas, tudo espremido dá ZERO. Disto tudo resulta uma de duas coisas. No dia das eleições americanas serei o gajo mais "achincalhado" por todos os "Obamanetes" que conheço, ou então serei o único com um sorrisinho não politicamente correcto na cara....

3 comments:

JAVA said...

Caro AEP

3 de Setembro de 2008 escrevi aqui sobre eleições. O meu palpite na altura era que o próximo Commander-in-chief seria o MacVelho.
No entanto...........mantenho a aposta.

Já seremos dois a ser gozados terça feira. Ou não!

Jonas Savimbi said...

Calma calma rapaziada...
é que eu apesar de preto também não voto no preto, deixei isso bem claro no artigo do cebola...
Por isso e se quizerem em jeito de solidariedade já somos 3 ;)

Maria said...

4!