Friday, March 13, 2009

Isto já é abuso...

No final das alegações finais, Pinto da Costa prestou as suas últimas declarações: "Juro perante este tribunal e perante Deus que é totalmente falso que, com envelope ou sem envelope, eu tenha pago alguma coisa ao senhor Augusto Duarte. Se eu estou a faltar à verdade, que caia todo o mal sobre a coisa que mais amo neste mundo: a minha filha. Se estiver a falar a verdade, que caia todo o mal deste mundo sobre quem engendrou tudo isto sobre mim".

Oh Pintinho! deixa Nosso Senhor em paz que ele não tem nada a ver com as tuas maroscas...

Já agora, pelo teor das declarações a filhinha deve ter andado a portar-se muito mal, o papá tá chateado com ela...

3 comments:

Anonymous said...

sr TP e estranho nao confiar na justiça qd faz parte dela.....vc sabera.....

Anonymous said...

Este pintinho vai directamente para o inferno pá, sem passar na casa da partida e sem receber dois contos,(neste caso dois envelopes).Irra que o homem está zangado com a filha, deve andar a ser papada por um BENFIQUISTA com uma grande gaiata!!!

TPestana said...

Precisamente por fazer parte da justiça é que me custa confiar nela..