Tuesday, July 15, 2008

Que vergonha

Segundo o Publico o representante da comunidade cigana da quinta da Fonte queixou-se de "falta de condições" no sitio onde passaram a noite, um barracão cedido pela câmara municipal.
Confesso que esta história já me anda a irritar há algum tempo.E, sinceramente, não sei o que me chateia mais, se os ciganos , se a câmara municipal de Loures.
Vejamos os factos:Esta comunidade vivia num bairro, construído pela câmara para os albergar quando foram corridos das barracas ilegais em que viviam pela passagem dos acessos a expo-98.Passam uns anos e montam um tiroteio digno de aparecer nos mais conceituados filmes de cowboys americanos.Alguém foi preso? Népia e pelas imagens que correram o pais era coisa para arrecadar 2 ou 30.
No dia a seguir aparecem na televisão a dizer que não conseguem viver no bairro, que é perigoso, etc e tal e pedem realojamento.Vão ao ponto de dizer que não querem viver com africanos que querem um bairro só para eles,vulgo gueto.Alguém interveio aqui? ninguém.Alguém se chegou a frente e os mandou ir viver para as casas que já tinham? Zero.Neste ponto pensei no que me chamariam a mim, vulgo branco, se eu dissesse que queria um bairro só para brancos e que não conseguia viver com africanos no mesmo bairro.Acho que nazi seria a coisa mais simpática.
Não contentes resolvem, por autorecriaçao, arrombar umas casas novinhas em folha ali ao lado para dormir nessa noite.Aparece a policia corre com eles e , mais uma vez, malta presa por, sei lá, arrobamento invasão de propriedade privada e só escolher,foi a mesma que tinha sido por andar aos tiros de calibre 45 no meio da rua Zero.Mais uma vez pensei no que me aconteceria a mim, vulgo branco pagador de impostos, se resolve-se arrombar uma casa para passar a noite porque me zanguei com o vizinho, cadeia com ele!
Depois disto tudo ainda temos o presidente da câmara de Loures a falar em arranjar realojamento para estas famílias. Preparam-se para, a custa dos dinheiros públicos, dar a 2 casa em 10 anos a esta comunidade. Há pessoas que trabalham uma vida toda e não chegam a ver uma, estes senhores querem, eles não querem eles exigem, a segunda e há quem pense que "sim senhora coitados são uma etnia merecem".
Qual e o caminho?Bairros para ciganos bairros para africanos,bairros para chineses e nós a pagar isto tudo? Ou será que não seria melhor a câmara de Loures ter mão de ferro, controlar o crime na quinta das Fontes e meter estas pessoas nas suas casas?Que cara tem o ministro da administração interna se, ao mínimo problema se correm com pessoas das suas casas e ele nada faz? E a solução, de merda na minha opinião, passa por lhes dar outras casas continuando a deixar criminosos impunes?
Já chega de palhaçada!

3 comments:

Eddie Felson said...

Parece-me um ponto de vista válido e descomplexado.

Sou e sempre fui a favor da habitação social para corrigir desiquilíbrios sociais evidentes (nos quais não me custa incluír o realojamento no pré-expo) e para fazer face a situações de pobreza extrema (Câmara de Lobos, Rabo de Peixe, etc, são bons exemplos).

Agora, a habitação social é um dever do estado mas não um direito dos cidadãos. E, nesse sentido, exigir habitação "à la carte" é, no mínimo, um enorme descaramento.

Oliveira S. said...

até me dói a barriga de tanto rir ao ver no que o meu país se tornou!"todos diferentes, todos iguais" mas como diria o Orson "ha uns mais iguais que outros..."!

draco said...

Este é o pais da treta...
Estes são os mesmos tipo que recebem o rendimento minimo garantido, porque coitados são ciganos.
São os mesmos tipos que só têm direitos e zero obrigações, coitados são ciganos...
Gostaria de saber qual o IRS declarado de cada familia, deve ser zero, coitado são ciganos...
Certamente os grandes brincos de oiro não devem passar de vulgares imitações, coitado são ciganos...
Coitado é de nós que pagamos e não bufamos caso contrário o banco ainda nos pôe fora de casa e vamos presos por ter de dormir na rua...
Pois é não somos ciganos estamos tramados...