Thursday, January 7, 2010

Obrigado Mestre


«O F.C. Porto cada vez mais aparece como potência do nosso futebol, capaz de conseguir a hegemonia e é claro que isto preocupa o Benfica e o Sporting»


Há 25 anos deixou-nos o homem que mudou a face do futebol português para sempre. O Sporting praticamente deixou de ser um grande, enquanto equipa de futebol, e o Benfica perdeu para sempre a sua hegemonia. O homem que conseguiu triunfar na era em que dois clubes de Lisboa dividiam a seu bel prazer os títulos, a federação, a selecção, os árbitros, os conselhos de disciplina, os locais e as horas em que jogos eram jogados ou desmarcados, que entravam nas cabines dos árbitros, que tinha o beneplácito dos regimes. Tudo isso acabou. E o futebol português fez-se maior. Com essa raça portista se fez a fabulosa selecção do Euro 84 que tanto nos fez sonhar. O clube de bairro regional foi medir forças com a melhor equipa da década de 80, a Juventus de Platini e Trapattoni. E as crianças... As crianças que como eu, nasceram depois 1978 já não tiveram que ver um futebol português bicéfalo e só se recordam de um grande clube europeu que não se cansa de ganhar. Grande Futebol Clube do Porto. E pensar que tudo começou com este homem e o rastilho por ele acendido.

6 comments:

Viriato said...

Sem dúvida, um senhor!

Anonymous said...

que a terra lhe seja pesada... tripeiro de má raça

Anonymous said...

Sobre esse malfeitor:

http://bola7inc.wordpress.com/2010/01/07/os-discipulos-de-pedroto/

Quizzer said...

Anónimo. Os teus pais devem morrer de vergonha de ti...

Anonymous said...

Viva o F C Porto.

Fora com os Lampiões

sabios7 said...

Antevéspera do jogo Beira-Mar-FC Porto, 0-0 (31.ª jornada)


Dois dias antes do jogo, o empresário de jogadores, António Araújo, combina com Augusto Duarte, árbitro da partida, encontro em casa de Pinto da Costa. António Araújo acerta com o presidente do FC Porto a hora do encontro.


Conversa entre António Araújo e Augusto Duarte

AD: O engenheiro para ver isso?


AA: Exactamente, não é?


AD: Pois, mas é que eu logo à noite eu tenho curso de árbitros meu querido


AA: Logo????


AD: Logo, exactamente. Não tenho hipótese nenhuma...


AA: E amanhã?


AD: Amanhã joga o meu braguinha em casa com o Benfica... tem que se levar a mulher ao futebol, senão ela despede-me!


AA: E então, mas é que o senhor engenheiro máximo... Faz questão de coisa...porque não sei quê, porque...e...


AD: Como é que vamos fazer isso?


AA: Não tem nada a ver, não tem nada a ver com... com o dois. É o número um, não é?


AD: Pois, exactamente.


AA: Que é o... que é o gerente da caixa, não é?


AD: O gerente da caixa exactamente. Não sei como é que nós vamos fazer isso então, meu querido... É que eu logo não tenho hipótese nenhuma, porque tenho o curso de árbitros e agora estamos quase na fase de exames, de hoje a oito, não é??


AA: Exacto...

estes sim ,devem ter ca uma honra.